Alan Canadense

Em 1989, na maior cidade do Canadá - na terra de gelo, a vida de um estudante de percussão mudou radicalmente...


O Alan estava em Toronto completando o curso de maestrado na faculdade de música quando de repente encontrou uma banda de brasileiros trabalhando na cidade. Ficou apaixionado com o samba e todos os instrumentos percussivos do gênero. Pendurou os estudos na faculdade e acabou mudando para São Paulo e Rio por um tempo onde ele estudou muito e acabou trabalhando no circuito musical. Tocando batera e percussão ele se mergulhou nos estilos mais populares da época, e sempre voltava para o samba. O primeiro mentor dele, o Mestre Serjão, convidou ele para a sua primeira bateria da escola de samba, Arco Iris, no interior de São Paulo em Jundiaí, aonde ele se aprimorou tocando a tradição. Na capital Alan estudou batera e percussão com o Mestre Tatá e entrou na bateria da Mocidade Alegre (de Mestre Sombra). No Rio estudou pandeiro com Marcos Suzano, e entrou na Grande Rio (Mestre Odilon), Unidos da Tijuca (Celinho), Acadêmicos da Rocinha, Inocentes de Belford Roxa, Imperatriz Leopoldinense, e Leões de Hortolândia...

 

 A experiéncia que ele tem na musica brasileira está refletida nos palcos q ele compartilha no Canadå com os grandes artistas brasileiros como Hermeto Pascoal, Guinga, Henrique Cazes, Filó Machado, e outros...

 

Alan fundou a primeira Escola de Samba em Toronto e ensina a bateria através do Conservatório de Música Real em Toronto. 

O encontro com Chocolatte, através dos amigos que frequentavam o samba na loja da Contemporânea em São Paulo, foi auspicioso, dando resultado de uma parceria muito especial e um projeto sem par. Esse CD é só o começo...